Pesquisar este blog

terça-feira, 31 de maio de 2011

Houve uma vez dois amigos

Houve uma vez dois amigos:

 Eles eram inseparáveis, eram uma só Alma. Mas por alguma razão seus caminhos tomaram dois rumos distintos e se separaram.
 

E ISTO INICIOU ASSIM:
Eu nunca voltei a saber do meu amigo até o dia de ontem, depois de 10 anos, que caminhando pela rua me encontrei com a mãe dele.

A comprimentei e perguntei por meu amigo. Nesse momento seus olhos se encheram de lágrimas e me olhou nos olhos dizendo:
-Morreu ontem...
Não soube o que dizer a ela, ela seguia me olhando e então perguntei como ele tinha morrido.
Ela me convidou a ir a sua casa, ao chegar ali me chamou para sentar na velha sala onde passei grande parte de minha vida, sempre brincávamos ali, meu amigo e eu.
Me sentei e ela começou a contar-me a triste história.
Fazia 2 anos que diagnosticaram uma rara enfermidade, e sua cura dependia de receber todo mês uma transfusão de sangue durante 3 meses, mas... Recorda que seu sangue era muito raro?
Sim, eu sei, igual ao meu...
 
Ele dizia que da única pessoa que receberia sangue seria de ti, mas não quiz que te procurássemos, ele dizia todas as noites:
-Não o procurem, tenho certeza que amanhã ele virá...
Assim passaram os meses, e todas as noites se sentava nessa mesma cadeira onde estás tu sentado e orava para que te lembrastes dele  e viesse na manhã seguinte.
Assim acabou sua vida e ontem na última noite de sua vida, estava muito mal, e sorrindo me disse:
-Mãe, eu sei que logo meu amigo virá, pergunta pra ele por que demorou tanto e entrega a ele esse bilhete que está na minha gaveta.
A senhora se levantou, regressou e me entregou o bilhete que dizia:

Meu amigo, sabia que virias, tardastes um pouco mas não importa, o importante é que viestes. Agora estou te esperando em outro lugar, espero que demores a chegar aqui, mas enquanto isso quero dizer desde o céu tens um amigo cuidando de ti, meu querido melhor amigo. Ah, por certo, te recordas porquê nós nos distanciamos? Sim, foi porque não quiz te emprestar minha bola nova, rsrs, que tempos heim... Éramos insuportáveis, bom pois quero dizer que te dou ela de presente e espero que gostes muito. Amo você! Teu amigo de sempre e para sempre!
 

"Não deixes que teu orgulho possa mais que teu coração...

A amizade é como o mar, se vê o princípio mas não o final..."




Aproveite para visitar o site: ManagerAD

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Um lindo céu


Ontem quando estava retornando para casa, por volta de 7h, fui contemplado com a visão do nascer do sol. Uma visão maravilhosa, o sol radioso cobria a horizonte de um laranja tão belo que me deixou encantado. Sua luz era tão forte que não me deixava encará-lo, mas ao mesmo tempo, era uma luz que atraia minha atenção para ele. A certo ponto, as nuvens cobriram o sol, podendo ele ser visto como que através de uma leve cortina, o que não diminuía seu encanto.

A sensação de paz que me envolvia era divina O calor que me era passado, parecia como um abraço muito forte e carinhoso. A energia vinda daquele astro me revigorou as forças no instante em que o olhei.

Parei-me a pensar nas obras que Deus fez para nós, todas as belezas da natureza, paisagens que só poderiam ser idealizadas e criadas por um ser divinamente supremo e amoroso. Paisagens com tamanho amor e perfeição, que nenhum ser humano poderia sonhar em realizar. Grandes dádivas generosamente cedidas a seres tão humildes como nós!

Todos os dias o mesmo sol nasce no mesmo horizonte, mas quantas vezes paramos para admirá-lo? Quantas vezes paramos para receber o calor divino? Quantas paisagens tão belas que não admiramos? Por causa da nossa agitação e correria diária, não reparamos nas arvores tão bem esculpidas para renovar nosso ar... Não reparamos na linda melodia dos pássaros que louvam a Deus todos os dias... Nem mesmo o luar temos tido tempo para admirar, ele que é tido como luz dos apaixonados...

Nossa vida está passando tão depressa e não estamos conseguindo absorver as maravilhas que Deus prepara para nós. Na nossa imperfeição, não somos capazes nem de agradecer pelas dádivas que nos são oferecidas. Tudo isso graças ao tempo, a quem nos fazemos prisioneiros, pondo nele todas as culpas pela nossa ignorância e teimosia em aceitar que Deus nos ama e nos quer bem.

Aproveite para visitar: ManagerAD e Arte & Fotolito

sábado, 14 de maio de 2011

Que venha o novo referendo pelo desarmamento

Por Gil Cordeiro Dias Ferreira

Que venha o novo referendo pelo desarmamento. Votarei NÃO, como da primeira vez, e quantas forem necessárias. Até que os Governos Federal, Estaduais e Municipais, cada qual em sua competência, revoguem as leis que protegem bandidos, desarmem-os, prendam-os, invistam nos sistemas penitenciários, impeçam a entrada ilegal de armas no País e entendam de uma vez por todas que não lhe cabe desarmar cidadãos de bem.

Nesse ínterim, proponho que outras questões sejam inseridas no referendo:
Voto facultativo? SIM! Apenas 2 Senadores por Estado? SIM! Reduzir pela metade os Deputados Federais e Estaduais e os Vereadores? SIM!

Acesso a cargos públicos exclusivamente por concurso, e não por nepotismo? SIM! Reduzir os 37 Ministérios para 12? SIM! Cláusula de bloqueio para partidos nanicos sem voto? SIM! Fidelidade partidária absoluta? SIM! Férias de apenas 30 dias para todos os políticos e juízes? SIM! Ampliação do Ficha-limpa? SIM!

Fim de todas as mordomias de integrantes dos três poderes, nas três esferas? SIM! Cadeia imediata para quem desviar dinheiro público? SIM!
Fim dos suplentes de Senador sem votos? SIM! Redução dos 20.000 funcionários do Congresso para um terço? SIM!

Voto em lista fechada? NÃO! Financiamento público das campanhas? NÃO! Horário Eleitoral obrigatório? NÃO!

Maioridade penal aos 16 anos para quem tirar título de eleitor? SIM! Um BASTA! na politicagem rasteira que se pratica no Brasil? SIM !!!!!!!!!!!

terça-feira, 10 de maio de 2011

Bin Laden está Morto

Esta noticia chamou a atenção, não só a minha mas, de todo o mundo, foi divulgada simultaneamente para todo o planeta, em todos os meios de comunicação.

Mas o que me chamou a atenção foi à sensação de alegria com que a mensagem era passada, como se fosse uma data comemorativa, ou a descoberta da cura de uma doença, mas que na verdade era a noticia da morte uma pessoa, um ser humana igual a nós todos!

Vi nos jornais a euforia do povo nas ruas “comemorando” a morte de Bin laden. Li num jornal que a noticia era comemorada com “jubilo” pelas redes sociais. Comemorando, como se o assassinato de uma pessoa fosse motivo de comemoração.

Onde foi para o amor de Jesus nesta hora? Todo ensinamento que a humanidade vem “aprendendo” ao longo dos séculos é pura ilusão? Os livros classificam como “racionais” os seres humanos, matar pessoas é ser racional? Porque se deixam levar pela política e sentimento de poder àqueles que são feitos de carne como todos os outros?

Não estou falando de política, nem apoiando alguma causa ou mesmo a favor de algum lado. Estou expondo meu sentimento de tristeza pelo momento que vivemos. Com tanto desenvolvimento tecnológico, estudos sobre tantas matérias e seres, teorias de evolução, etc. e não conseguimos conter o desejo primitivo de matar um semelhante!?

Onde foram para as organizações humanitárias nesta hora? ONU, Direitos humanos, e tantas outras organizações que vemos todos os dias nos noticiários falando sobre a importância de preservar o direito a vida...

Isto sem falar em como a mídia consegue influenciar e manipular a massa popular, transformando uma tragédia em um fato maravilhoso. Estão combatendo o terrorismo! Mas que são os terroristas a final das contas? O que vejo é um bando de pessoas carentes de um rumo a seguir, carentes de fé, de esperança, indo contra os ensinamentos do Cristo, contra a lei básica do Amai-vos uns aos outros, contra um os mandamentos, Não Matarás, contra a lei dos homens, respeitar o próximo. .

Mas apesar de todas estas notícias trágicas para mim, temos que acreditar. Acreditar que um novo mundo é possível, um mundo de amor e paz, onde haverá união entre os povos e alegria no rosto dos homens. Quem sabe né!?