Pesquisar este blog

terça-feira, 10 de maio de 2011

Bin Laden está Morto

Esta noticia chamou a atenção, não só a minha mas, de todo o mundo, foi divulgada simultaneamente para todo o planeta, em todos os meios de comunicação.

Mas o que me chamou a atenção foi à sensação de alegria com que a mensagem era passada, como se fosse uma data comemorativa, ou a descoberta da cura de uma doença, mas que na verdade era a noticia da morte uma pessoa, um ser humana igual a nós todos!

Vi nos jornais a euforia do povo nas ruas “comemorando” a morte de Bin laden. Li num jornal que a noticia era comemorada com “jubilo” pelas redes sociais. Comemorando, como se o assassinato de uma pessoa fosse motivo de comemoração.

Onde foi para o amor de Jesus nesta hora? Todo ensinamento que a humanidade vem “aprendendo” ao longo dos séculos é pura ilusão? Os livros classificam como “racionais” os seres humanos, matar pessoas é ser racional? Porque se deixam levar pela política e sentimento de poder àqueles que são feitos de carne como todos os outros?

Não estou falando de política, nem apoiando alguma causa ou mesmo a favor de algum lado. Estou expondo meu sentimento de tristeza pelo momento que vivemos. Com tanto desenvolvimento tecnológico, estudos sobre tantas matérias e seres, teorias de evolução, etc. e não conseguimos conter o desejo primitivo de matar um semelhante!?

Onde foram para as organizações humanitárias nesta hora? ONU, Direitos humanos, e tantas outras organizações que vemos todos os dias nos noticiários falando sobre a importância de preservar o direito a vida...

Isto sem falar em como a mídia consegue influenciar e manipular a massa popular, transformando uma tragédia em um fato maravilhoso. Estão combatendo o terrorismo! Mas que são os terroristas a final das contas? O que vejo é um bando de pessoas carentes de um rumo a seguir, carentes de fé, de esperança, indo contra os ensinamentos do Cristo, contra a lei básica do Amai-vos uns aos outros, contra um os mandamentos, Não Matarás, contra a lei dos homens, respeitar o próximo. .

Mas apesar de todas estas notícias trágicas para mim, temos que acreditar. Acreditar que um novo mundo é possível, um mundo de amor e paz, onde haverá união entre os povos e alegria no rosto dos homens. Quem sabe né!?

Nenhum comentário:

Postar um comentário