Pesquisar este blog

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Pais e Filhos

Refletindo um pouco sobre o tema “Pais e Filhos” me apeguei a uma parte comum nos dias de hoje, o tratamento entre pais e filhos.


Como assim!? Tenho visto alguns pais que resolvem deixar os filhos de lado, para buscar sua felicidade.  Esta situação tem me deixado muito pensativo nos últimos meses. Como um pai ou uma mãe consegue simplesmente deixar o filho para escanteio? E ainda usar a desculpa “estou procurando a minha felicidade”??


Mas a graça concedida por Deus de ter um filho, não é uma felicidade? Não deveria ser está a maior felicidade do ser humano?


Não quero com este pensamento julgar os atos de qualquer um que seja, quero mostrar o detalhe que todos esquecem: a criança, filho sempre será uma criança. Esta criança passa a ser um incomodo aos pais quando estes resolver mudar de companheiro(a).


Qual a dificuldade de conciliar o amor pelos filhos e companheiros? Até aquele momento a pessoa estava fingindo amor paternal ou simplesmente deixou de amar??


Estes pensamentos me vieram a mente ao ler um texto antigo já, A Tigela de Madeira, que nos leva a uma reflexão dolorosa e ao mesmo tempo edificante sobre a velhice e o comportamento das pessoas.


Em conversa com uma amiga dias atrás, foi falado sobre os pais deixados em asilos e esquecidos pelos filhos e família, e a reflexão nos trouxe a este ângulo de visão: Como estes pais trataram seus filhos no passado...


Claro que nada justifica o abandono nem a lei de talião, mas cada ação gera uma reação!


Deixamos aqui o convite para que todos revejam suas atitudes e pensem como querem ser tratados pelos que estão a sua volta.






Que a luz do Cristo possa abrir nossos horizontes e nosso coração!


Um Forte abraço a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário