Pesquisar este blog

terça-feira, 1 de maio de 2012


Tudo que nos acontece tem um motivo e uma hora certa para acontecer. Os amigos, grupos, trabalho, escola, enfim, tudo está relacionado e deveria realmente acontecer.
Nenhuma  pessoa passa por sua vida sem ser útil  de alguma maneira, sempre temos um aprendizado a colher em todos os momentos. Quando olhamos para trás e lembramos aqueles amigos que se afastaram em determinada situação e não conseguíamos entender o motivo na época ou do emprego que perdemos, saímos da empresa pensando que era uma injustiça ou que estaríamos desamparados...
Cada coisa que nos aconteceu teve seu motivo e sua hora sempre assistidos por nossos guias espirituais. Eles sabem o que é melhor para nosso crescimento e tentam nos ajudar sempre que deixamos. Nunca estamos desamparados pela divindade.
Muitas vezes uma amizade que perdemos nos desvia de um vício ou tragédia para nos colocar com novas amizades e nos impulsionar para novos horizontes. Algumas amizades podem nos guiar para um despenhadeiro em que será difícil de voltar. A perda de um emprego pode nos tirar da estagnação, pode nos proporcionar um emprego melhor ou nos incentivar a buscar novos desafios, novos estudos, novas profissões...


Relembrar o passado é uma atividade muito produtiva quando procuramos pontos de melhora nas coisas que nos aconteceram sem ficar nos vitimando com as lembranças. Vínculos de amizade que se formaram através de encontros causados por certas atividades podem ser uma oportunidade de reencontro para espíritos separados pelo tempo. Muitas amizades duradouras fluem por caminhos que não imaginamos.
Hoje avaliando um pouco do passado,  pensando no grupo de jovens que freqüentei por 10 anos, na paróquia Santa Maria Goretti em Canoas-RS,  posso ver quantas pessoas maravilhosas conheci através daquele grupo, como aquele tempo me afastou de vícios que poderiam ter acabado comigo,  como aquela época me amparou emocionalmente num momento de dificuldade,  me fez conhecer o valor da amizade e me abriu o conhecimento para a vida espiritual e que trás saudades até os dias atuais.
Mas vejo que era uma face necessária para meu crescimento espiritual e ao mesmo tempo transitória, não poderia ter ficado mais tempo dentro daquela situação. Aquela época foi me preparando para novas caminhadas, novos desafios, novos conhecimentos e novas amizades.
Tudo que nos acontece nos faz crescer e devem ser encaradas como aprendizado. Sempre devemos buscar o aprendizado que cada momento nos proporciona. Não devemos nos apegar ao sentimento que passamos, se foi alegria ou tristeza, devemos procurar o que aquela situação nos quer ensinar e tentar aprender a lição!
Tudo que acontece tem um motivo definido, nada é ao acaso!
Autor: Anderson Deula

Nenhum comentário:

Postar um comentário